quarta-feira, 23 de novembro de 2011

URV: Aspra consegue vitória inédita

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) publicou nesta quinta-feira (17/11), o acórdão do julgamento da ação coletiva ajuizada pela Aspra em 2003, onde foi pleiteado o pagamento pelo Estado das perdas ocorridas no salário dos Militares, devido a aplicação da regra de conversão do cruzeiro real para a Unidade Real de Valor (URV) em abril de 1994, quando o Plano Real foi implantado.
Pela sentença, os associados da Aspra terão direito a incorporar em seus salários o percentual que varia de 1,44% a 2,38%, conforme sentença abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aviso: nossos colaboradores estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, de 15 em 15 dias excluiremos todos os comentários, porque o assunto já esfriou e não tem porque ficar aqui carregando o blog e deixando mais lento. A Renata não tem acesso aos comentários, ficando eu como administrador responsável por sua liberação. Renata responde apenas e-mails renatadoblog@gmail.com

- Seja educado. Estar escondido atrás de um computador não dá direito a ninguém de ser diferente do que seria frente a frente.

Seguir por e-mail