SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Forças de segurança realizam operações simultâneas contra ataques terroristas em Belo Horizonte


Na região de Nova Lima, militares do Exército Brasileiro foram acionados para intervir em uma casa noturna, onde supostamente seis terroristas encapuzados teriam rendido os seguranças e entrado na casa de shows. O acionamento do 190 por parte do gerente da casa também foi real. Em oito minutos militares do Exército chegaram para fazer a varredura do local e isolar a área. O trânsito na região foi interditado pela BHTrans, com o apoio de agentes da Guarda Municipal.

Cerca de 200 militares ocuparam a área. Uma equipe tática invadiu o local para fazer o resgate das vítimas e a retirada dos reféns. Do lado de fora era possível ouvir os tiros e as explosões de bombas. Militares do Esquadrão Antibombas do Gate entraram em cena para realizar a varredura do veículo abandonado pelos terroristas em frente à casa de shows. Esta atividade tinha como foco neutralizar qualquer artefato explosivo que porventura pudesse estar abandonado no interior do veículo.

Segundo o Tenente Francis Cotta, do Esquadrão Antibombas do Gate, os treinamentos vêm sendo realizados desde 2008 e nestes últimos meses foi potencializado em termos de interagências. “Estamos com equipamentos, formação, capacitação e protocolos operacionais em plenas condições. O que nós deveríamos fazer, nós fizemos. E estamos em condições”, disse o tenente.

Para o Tenente Coronel do Exército, Júlio César Rolszt, os seis treinamentos práticos realizados de forma integrada em Belo Horizonte buscaram as situações mais difíceis para que todos pudessem treinar uma situação real em todos os aspectos. “Os simulados foram realizados em locais de grande fluxo de pessoas, onde foi possível exercitar de forma integrada o resgate de reféns, evacuação de áreas, simulação de ataques químicos, biológicos, radiológicos e nucleares e neutralização de artefatos explosivos”, lembrou Júlio César.