SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

terça-feira, 26 de julho de 2016

Governador de Alagoas diz que policial civil não exerce profissão de risco


Policial civil não exerce uma profissão que tenha risco de morte. Essa é a opinião do governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), Nesta segunda-feira (25), ele comentou sobre o assassinato do policial civil José Clerio Vieira, morto a tiros por assaltantes dentro de um ônibus em Maceió na última quinta-feira (21). A declaração do governador gerou indignação entre os policiais. O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas criticou o governador e o chamou de "desinformado".

"O cidadão não morreu porque era policial, não. Ele morreu porque entrou em uma situação de confronto com o bandido. Poderia ser com qualquer cidadão, infelizmente foi um policial. Policial civil não é profissão de risco, morrem pessoas de qualquer profissão, como da construção civil, funcionários públicos, e isso é fruto da violência", afirmou Renan Filho.

Vieira trabalhava na Central de Flagrantes I, localizada no bairro do Farol, e tinha acabado de sair do trabalho. Subiu em um ônibus da linha Gama Lins-Ponta Verde, da empresa Real Alagoas, por volta das 20h, a caminho de casa quando foi assassinado com três tiros na cabeça.