SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Agentes questionam diretor após reunião a portas fechadas com detentos


O diretor do Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, foi indagado por agentes penitenciários após ele ter feito uma reunião com detentos e ter solicitado que os agentes se ausentassem da sala. Após repercussão do ocorrido, que deixou os servidores preocupados com a segurança, o sindicato da categoria protocolou na última semana um documento com uma série de questionamentos direcionados à direção geral. 

As perguntas foram entregues ao presídio pelo Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de Minas Gerais (Sindasp-MG) no último dia 19 de agosto. O documento, assinado pelo advogado do sindicato, solicita que os questionamentos fossem respondidos dentro de cinco dias.

Entre as indagações, a categoria questiona quais as reivindicações feitas pelos presos, se elas foram feitas por escrito ou verbalmente, e quando ocorreram. Também é perguntado sobre o que teria sido concedido aos detentos e se haveria menção expressa sobre quais as retaliações em caso das reivindicações não serem cumpridas. 

"Quantos presos foram à sala da Direção Geral relatar e fundamentar as reivindicações? São denominados membros do PCC ou outro grupo criminoso? Qual o motivo destes reeducandos irem à sala do diretor e não o contrário, ele ir ao pátio ou aos pavilhões? Por qual motivo sua senhoria determinou que os agentes presentes se retirassem?", foram outras perguntas direcionadas ao diretor geral da unidade.