SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Bandidos trocaram tiros com a polícia e explodiram caixas da agência. Quatro suspeitos acabaram presos em Sete Lagoas, com R$ 41 mil


Fonte: EM

Uma ação conjunta da Polícia Militar (PM) com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) terminou com a prisão de quatro suspeitos de explodir os caixas de uma agência bancária em Felixlândia, Região Central de Minas Gerais. Os criminosos chegaram a trocar tiros com a polícia. O banco fica no térreo do imóvel que abriga o Pelotão da PM na cidade. 

O crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira na Praça Padre Félix, centro de Felixlândia. De acordo com a PM, os militares estavam trabalhando na segurança do Jubileu de Nossa Senhora. Ao voltar do evento, eles flagraram a chegada dos bandidos


Segundo a Polícia Militar, cinco homens armados e encapuzados desembarcaram de Renault Duster em frente ao Banco do Brasil e começaram a atirar na direção do quartel, que fica no andar de cima. Logo em seguida, outro carro com quatro ou cinco homens, também armados e encapuzados, parou no local. Houve troca de tiros entre os policiais e os criminosos e os PMs chamaram reforços. 

Durante a troca de tiros, eles ouviram uma contagem regressiva e, logo em seguida, a explosão. Uma testemunha disse ter visto um dos homens saindo o banco com uma embalagem. Foi feito um rastreamento e o Duster foi encontrado abandonado em uma estrada da região. 

Pela manhã, quatro suspeitos foram detidos na BR-040. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, eles receberam informações da PM de que eles estavam em um Hyundai Sonata que havia passado pela praça de pedágio de Curvelo. Os agentes foram até a rodovia e interceptaram o veículo. 

Conforme os policiais, foram encontrados R$ 41 mil em dinheiro. As notas estavam espalhadas pelo veículo, presas com elásticos. Eles também perceberam um cheiro de explosivo no veículo. Os suspeitos permaneceram em silêncio na delegacia da PRF e serão encaminhados à Polícia Civil de Curvelo. Os outros assaltantes ainda não foram localizados.