SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Em carta, Dilma propõe novas eleições: "Quem deve decidir é o nosso povo"


Documento é um dos últimos posicionamentos da presidente afastada antes do julgamento final do processo de impeachment

A presidente afastada Dilma Rousseff divulgou, nesta terça-feira, uma carta à populaçãopropondo a realização de plebiscito sobre a convocação de eleições presidenciais antecipadas. O documento vinha sendo estudado nos últimos dias por Dilma e aliados, inclusive parlamentares, e é um dos últimos posicionamentos dela antes do julgamento final do processo de impeachment.

A presidente convocou uma coletiva de imprensa no Palácio da Alvorada para explicar os argumentos que expõe na carta, principalmente classificando o processo contra ela de "golpe".

Na semana passada, 59 senadores votaram pela aceitação do parecer que dá continuidade ao processo. Com isso, o julgamento de Dilma por crime de responsabilidade terá início no próximo dia 25, uma quinta-feira.

De acordo com parlamentares petistas, a presidente não adota um tom de despedida na carta, mas sim de defesa à legitimidade de seu governo. Segundo o senador Humberto Costa (PT-CE), ela faz no documento uma avaliação da conjuntura atual e diz quais serão as consequências caso seja definitivamente afastada.

*Zero Hora