SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

domingo, 21 de agosto de 2016

Esquerda brasileira parabeniza atleta cubano que prestou continência a Fidel Castro

UAI? PODE OU NÃO PODE?

A imprensa esquerdista uniu-se na crítica aos atletas brasileiros que prestaram continência no pódio ao receberem medalhas. O cumprimento militar é visto como uma manifestação ideológica ‘fascista’ que remonta ao golpe militar de 1964 e deveria ser banido pelo Comitê Olímpico Internacional.

Quando se trata de um atleta cubano, porém, a coisa muda da água para o vinho e as críticas transformam-se em elogios. Agora o cumprimento militar trás à memória a gloriosa revolução cubana e é visto como um símbolo da igualdade e da fraternidade socialista.

Este é o caso, por exemplo, do boxeador cubano Julio César Cruz, que prestou continência ao camarada Fidel Castro no pódio. Não há críticas, só deslumbre e admiração.

“Cuba é um exemplo de solidariedade para o mundo. Na década de 1960, Fidel Castro financiou vários centros de guerrilha comunista no Brasil. Seremos eternamente gratos por isso. Viva Che!”, disse um jornalista progressista.
Fonte...