SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Ilustrissimos senhores do poder judiciário, Ministério Público, Direitos Humanos; em resposta a Audiência de Custódia e...


Ilustrissimos senhores do poder judiciário, Ministério Público, Direitos Humanos; em resposta a Audiência de Custódia e as demais formas que vcs encontraram de amarrar as mãos de nossos policiais, não apenas amarraram as mãos como também de agora em diante vai cegar nossos olhos e acabar com nossa audição.
Sim, vai cegar nossos olhos toda vez que alguém der com a mão asenando para que a viatura pare e preste auxílio a quem foi roubado;
Vai acabar com nossa audição ao ponto que não vamos ouvir os gritos daqueles que berram por justiça, a mesma justiça que somete nós que estamos nas "ruas " podemos dar, é verdade, vcs estão atrás das mesas, no ar condicionado, e vem querer julgar quem está de peito aberto levando a verdadeira e única justiça. 
Pensei um pouco: a partir de agora, vamos parar, e vamos parar e forma silenciosa, vocês em um primeiro momento nem vão perceber, ainda vão nos ver pelas ruas, vão se sentir seguros, mas garanto que não por muito tempo...
Aos poucos vamos parar de.prender, e logo não vão nos ver tanto nos fóruns...
Em breve e disso, eu tenho toda certeza, vocês vão rezar para ver uma viatura passando, pois, o que eu menos queria vai acontecer, todos os Estados vão virar um lugar pior do que o Rio de Janeiro.
Digo isso pois passei algum tempo la, e percebi o que as autoridades ainda não viram: a.criminalidade tomou conta, ou vocês acham que a polícia não consegue acabar com a bandidagem? A gente so não acaba por causa de vocês.... 
A polícia no Rio de Janeiro não liga mais para o povo, é so uma minoria que ainda trabalha, mas por enquanto, porque vcs já estão conseguindo desanimar até esses poucos...
Mas uma coisa eu garanto, vamos cuidar somente dos nossos, não vamos mais prender, bater, correr com as viaturas e muito menos dar um tiro por vocês. Somente pelos nossos, somente por nossas famílias.!! (Autor desconhecido)