SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, presta continência em Quezon City, Manila


O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, tomou posse nesta semana com um pedido controverso à população: que mate viciados em drogas.

Depois de tomar posse no palácio presidencial, Duterte foi jantar com moradores de uma favela de Manila, onde proferiu um discurso cheio de ameaças a traficantes.

"Esses filhos da puta estão destruindo nossas crianças. Estou alertando: não vá por esse caminho, mesmo que você seja um policial, porque eu realmente vou te matar", disse o presidente diante de uma plateia de cerca de 500 pessoas.

"Se você conhece algum viciado, vá em frente e mate-o você mesmo, porque pedir que seus pais o façam seria doloroso demais", acrescentou.
Duterte repetiu declaração que costumava fazer durante sua campanha presidencial -- de que as pessoas ganhariam dinheiro se fizessem negócio como funerárias.
"Garanto a vocês que não vão falir. Se o negócio começar a ir devagar, vou dizer à polícia: 'vamos mais rápido para que as pessoas possam ganhar dinheiro'."
Em seu discurso de posse no palácio presidencial de Malacanang, Duterte pintou um quadro sombrio de seu mandato.
"O passeio vai ser duro, mas junte-se a mim de todo modo", afirmou.
"Os problemas que afligem nosso país e que devem ser atacados com urgência são corrupção, tanto nos altos quanto nos baixos escalões do governo, criminalidade nas ruas, a venda disseminada de drogas ilegais em todas as faixas da sociedade filipina e o colapso da lei e da ordem", acrescentou.
Duterte foi eleito com base em promessas de restabelecer a pena de morte e na defesa de esquadrões da morte contra traficantes e criminosos. (Com agências internacionais)

UOL Notícias