,

,

Receba publica√ß√Ķes por e-mail

SOLU√á√ÉO EMPR√ČSTIMOS

SOLU√á√ÉO EMPR√ČSTIMOS

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Texto do Cel. Mauro Alves


ūüďĆ

"Ol√°, amigos.
Peço que dediquem alguns minutos (sobretudo aqueles que apreciam a leitura) ao que passo a narrar neste breve texto:
Na √ļltima noite de domingo para segunda-feira (21 para 22/08/2016), houve a explos√£o de caixas eletr√īnicos em uma ag√™ncia do Banco do Brasil da cidade de Felixl√Ęndia/MG. Na a√ß√£o, os marginais efeturaram v√°rios disparos de arma de fogo nas ruas da cidade. Em consequ√™ncia da a√ß√£o policial, quatro autores acabaram presos.
Ocorre que, desses quatro marginais presos, tr√™s deles (de nome Jefferson, Bruno e Leonardo) haviam sido presos em 03/08/2016, por porte ilegal de arma de fogo em Belo Horizonte (REDS 2016-016804895-001). Esse mesmo Leonardo, por incr√≠vel que pare√ßa, foi preso novamente em 18/08/2016 em Ribeir√£o das Naves (portanto tr√™s dias antes da ocorr√™ncia e Felixl√Ęndia), tamb√©m por porte ilegal de arma (REDS 2016-017910777-001). O que se abstrai √© que, em pouco mais de 15 dias, o marginal foi preso pela Pol√≠cia Militar por tr√™s vezes distintas.
Paripasso a este cen√°rio cr√≠tico, v√°rios segmentos da sociedade se arvoram a criticar o trabalho da Pol√≠cia Militar, cada qual usando toda sorte de argumentos poss√≠vel, a maioria deles sem fundamenta√ß√£o palp√°vel. S√£o eles, em sua maioria, os ditos "especialistas", que surgem aos montes em canais de r√°dio e de televis√£o.  
Enfim, digo-lhes que a sociedade precisa se unir numa for√ßa √ļnica, todos em prol de reorganizar esse cen√°rio ca√≥tico e come√ßar a construir um futuro melhor.
Eu, como Coronel e como comandante de boa parte dessa operosa tropa de militares mineiros, digo-lhes que NÃO VOU DESISTIR DO COMBATE. Quem quiser, que se una a todos nós, em nome da honra do povo mineiro e de todo o Brasil.

Sauda√ß√Ķes.

Mauro Alves, Coronel PM"