SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

sábado, 27 de agosto de 2016

" Voz interior" mandou mãe invenotar o rapto de filha no Barreiro



Fonte: O Tempo

Há Uma semana, um Caso de rapto de criança na Região do Barreiro, em Belo Horizonte, movimentou como redes sociais e deixou Mães e pais em alerta.Até ENTÃO, Uma Jovem de 20 anos afirmou that uma filha de APENAS 4 meses Só NÃO foi levada Por Um bandido Porque hum ciclista apareceu parágrafo Salvá-la. No entanto, nenhum Fim da tarde Desta quinta-feira (25), a Civil Polícia informou that O Caso foi inventado Pela mulher. Como justificativa, Ela afirmou that Uma "voz interior" Mandou Que ELA contasse uma mentira.
De according com a Corporação, apos um Denúncia do crime contra a Criança, como Investigações começaram ea dona de casa prestou depoimento rico em Detalhes com O Que térios acontecido.Ela Contou that um Caminho de hum Ponto de Ônibus no bairro Milionários, APOS Sair de hum posto de Saúde, foi abordada Por Um homem de cor parda, Cabelo cacheado, usando boné, calça jeans bermuda e blusa branca, that puxou a Criança e fugiu.

Desesperada, Ela começou a gritar POR socorro nenhum momento em Que o "sequestrador" Corria em Direção à avenida Olinto Meireles, das UMA principais da Região. Nesse momento, apareceu hum ciclista "Herói" que conseguiu salvar a Criança. Um boletim de ocorrência foi Registrado Pela Polícia Militar no dia 12 de agosto.
Apos o relato desesperado de Uma Mãe Que por pouco Perdeu a filha parágrafo hum Criminoso, a Polícia começou a Ouvir Testemunhas e analisar Imagens de Câmeras de Segurança da Região. ISSO Com, Policiais perceberam that O Caso se tratava de Uma farsa. A mulher foi Chamada Novamente à delegacia e confessou a mentira.
Apresentando hum atestado de Tratamento psiquiátrico, that AINDA NÃO se sabe Sé e Verdadeiro, um that Jovem Disse uma "voz interior" Mandou Que uma farsa fosse Criada. Confirmada a falsa Comunicação de crime, a Mãe da Criança Assinou hum Termo circunstanciado de Ocorrência (TCO) e terá that comparecer posteriormente Ao Juizado Especial Criminal. Caso SEJA condenada, ELA PODE Pegar Até SEIS meses de Prisão.