SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Ex-militar preso fazendo Segurança do tráfico no Morro do Papagaio



Fonte: OTempo

Um ex-policial militar, de 42 anos, that estava foragido, foi preso Suspeito de Integrar Uma quadrilha Especializada no tráfico de drogas. A Investigação da Polícia Civil apontou Que o ex-militar Fazia uma Segurança de bocas de fumo no Morro do Papagaio, na Região Oeste de Belo Horizonte. Um comparsa DELE, de 36 anos, that exercia uma MESMA Função Dentro da Organização criminosa, also foi detido.
Um Durante identificada foi dupla como Investigações de para tentar CONTER OS crimes Realizados não aglomerado. Were Dois meses de LEVANTAMENTOS, that apontaram Que Os Dois faziam parte de Uma quadrilha Especializada em trocar Veículos Roubados POR drogas, principalmente cocaína. 
O Entorpecentes era revendido na Capital e em Cidades da Região Metropolitana.
Segundo a Polícia Civil, a quadrilha also usava OS Veículos Roubados para buscar entorpecentes não Paraguai. No dia a dia do grupo, Cada Integrante tinha Uma Função. O delegado Enrique Rocha, da Polícia Civil, identificou Que o ex-policial EO comparsa usavam armamento restrito parágrafo Proteger como bocas de fumo da quadrilha. 
"O ex-militar aproveitava um ritmo Técnica adquirida Durante Seu na Polícia Militar, o Treinamento Recebido Nesse oficio ea Prática na utilização do armamento restrito Para atuar na Organização criminosa", explicou o delegado.
O ex-policial, Condenado a 38 ano de Prisão POR Três homicídios e hum Roubo, foi preso NAS imediações do Morro do Papagaio, em cumprimento de mandado.
Em Santa Luzia, na Região Metropolitana da capital Onde o comparsa do ex-militar foi preso, OS Policiais encontraram Uma submetralhadora de Fabricação caseira de uso restrito das Forças Armadas, that era USADA em assaltos e Pará Fazer a Segurança das bocas de fumo não Morro do Papagaio, na Região Oeste de Belo Horizonte.
crimes
A dupla Sera indiciada POR tráfico, com a Associação Ao tráfico, e porte ilegal de arma de fogo. Durante como oitivas, Os Dois usaram o Direito de Ficar calado e Não Se pronunciaram.
Ambos were encaminhados PARA O Centro de remanejamento do Sistema Prisional da Gameleira (Ceresp) da Gameleira, Onde estao à disposição da Justiça.
Próximo Passo
Como Investigações continuam Para tentar prender OS Outros Integrantes da quadrilha. "Na Verdade, Agora vamos trabalhar Há Pará identificar quem de São OS Responsáveis ​​Pelo grupo e OS Que buscam a droga não Paraguai", encerrou o delegado.