SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Nós somos a POLÍCIA MILITAR"


SER POLÍCIA... 

"É louco Stive! Paisano nenhum entende.
Ninguém entende por que vamos ao barzinho e nunca ficamos de costas pra rua.
Ninguém entende por que estamos no carro com a arma embaixo da perna olhando para os  retrovisores e qualquer movimento brusco ela vem automaticamente na mão e destravada.
Se alguém nos assaltar e achar nossa arma ou nossa funcional, já era parceiro, cheque-mate.... mais um policial morto!
Ninguém entende o por quê no final do ano, feriados e dias festivos, estão todos na praia curtindo, e nós estamos trabalhando.
Acordamos cedo parceiro, fazer a barba todo dia, cabelo bem cortado de 20 em 20 dias, farda bem passada, bota bem engraxada, perfilado, tipo cão de guerra. 
Enquanto uns vão para o bar depois da faculdade, nós só queremos voltar pra casa e ter a certeza de reencontrar nossos pais, filhos, mulher...
Afinal, nesse caminho de meia hora até em casa, tudo pode acontecer, e a chegada não ocorrer como deveria... E sim com uma triste notícia.
Ganhamos mal!
Não temos estrutura, muitas de nossas armas apresentam defeitos, não temos apoio do governo, raramente temos aumento. 
Arriscamos a vida todo dia que entramos em serviço pra puxar 12h de trabalho na rua.
Cabeça e braço pra fora, jogado na viatura que anda lentamente a 20km/h.
Faça sol, chuva, frio, calor, lá estamos nós...
Sem ar condicionado, vidrão aberto, muitas vezes sem o rádio funcionar, mas a milhão...
Olhar vidrado atrás do vagabundo. Acha que tá doce?
Pra trombar com o demônio são dois segundos.
É louco meu irmão!
Decidir se aperta ou não o gatilho em fração de segundos,
Se morre você e seus parceiros ou morre o mala. 
Entramos em lugares que ninguém entra!
Há quem diga que somos loucos, mas cada um com sua loucura. 
Treinamento militar constante, sempre preparado;
Sempre pronto para e em condições de.
Afinal, a morte é nossa companheira diária, não sabemos quando ela sairá do nosso lado e virá bater de frente, trombar com a gente face à face.
Perdemos irmãos... Mas se estivermos de serviço não podemos ir ao velório. Não podemos nos despedir. E não reclamamos.
Ordens são ordens, e ordens se cumpre!
É bico, pressão de todo lado, superior na sua bota, filho na escola, mulher em casa, mala te caçando na rua.
É muito louco, mais pressão em casa, o pau canta na rua!
O mistério de tudo isso, é que não obstante toda essa parada louca, fazemos isso por VOCAÇÃO!
Nós servimos por vocês, morremos por vocês, sofremos por vocês, população, cidadão de bem.
Ninguém entende e nunca vai entender.
O sistema é louco!
Ele te engole, te deixa doente, mas diante disso tudo a gente faz o que pode pra colocar ordem nesse caos instaurado na sociedade.
Nós somos a POLÍCIA MILITAR"