SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

domingo, 25 de setembro de 2016

Polícia ferrando polícia



"Sabe Renata, a anos amei a militarização, até que recebi um procedimento administrativo pra responder, onde, fazia parte de um grupo chamado Cfs 2015, daí houve um comentário de um militar dizendo que a coordenação do EFas tinha mudado, por causa do orador da turma que, no dia da nossa formatura, citou vários apelidos " carinhosos" mencionando aos oficiais do EFas, em seu discurso. Até aí nada demais né, pois veja bem, neste citado grupo, começamos a citar comentários no grupo usando os mesmos apelidos que foram citados, pelo orador, no dia da formatura. Eis que um "puxa saco, o famoso" baba ovo" printou as conversas e levou até ao conhecimento de um abençoado na APM, que fez um documento, chamado de memória e instaurou um procedimento administrativo. Agora te pergunto, isso não é um abuso de autoridade? Um grupo particular, que foi criado dos formados sargentos de 2015, não poder brincar, cadê nosso direito de expressão, será que não podemos ter um grupo para falar o que quiser Renata, será que em toda nossa vida teremos que ter cuidado com o que falar fora do serviço? Em um grupo de amigos? Será que estamos vinculados a eles? O pior não tem nada anti ético nos comentários só brincadeiras, onde foi usadas fotos dos oficiais com os comentários e as chamadas de atenção que eles mesmos davam durante o curso. Uma coisa dessa Renata é que faz nos militares de coração perdermos a vontade de ser militar, de estar embaixo de um regime militarista, pois existem muitos egos para serem quebrados no nosso meio, em meio uma crise, a qual estamos sofrendo com esse governador corrupto e que está prestes a acabar com nossa corporação, os oficiais da APM se preocupando em vigiar grupos particulares do watts app, para ver se alguém esta falando algo que os magoá. Esse é um dos motivos de muitos militares estar querendo o fim do militarismo. E eu já estou começando a olhar pra essa opinião com outros olhos."