,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

.

FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE MILITARES DO INTERIOR DE MINAS GERAIS!

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Agentes cobrem rostos com capuzes durante escolta de Cunha em Curitiba


Um dia depois de o policial federal Lucas Soares Dantas Valença ter se convertido em celebridade da internet, todos os agentes da equipe que nesta quinta-feira (20) escoltou o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ao Instituto Médico-Legal de Curitiba usavam capuzes para esconder o rosto.
De barba, coque no cabelo e camiseta preta, Valença multiplicou os seguidores nas redes sociais depois que as imagens em que aparece escoltando Eduardo Cunha após a prisão em Brasília começaram a ser divulgadas. Ele ganhou apelidos como "hipster da federal", "policial gato", "lenhador" e "samurai da PF".
Nesta quinta, policiais federais ouvidos pelo G1 disseram que a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba fez uma recomendação aos policiais para que usem capuz durante a locomoção de presos notórios, a fim de evitar exposição.
Oficialmente, a Polícia Federal nega ter feito a recomendação e diz que o uso do capuz, a chamada “balaclava”, é opcional entre os agentes.