SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Detento finge ser o próprio irmão há dois anos em presídio da Grande BH


Um cozinheiro de 26 anos, morador de Belo Horizonte, encara uma verdadeira saga há seis meses para conseguir andar tranquilamente pelas ruas da cidade, sem precisar temer uma simples abordagem policial que hoje lhe renderia, no mínimo, algumas horas na cadeia. Tudo isso porque o trabalhador – que se chama Bruno Henrique de Souza – é listado como um dos detentos da Penitenciária de São Joaquim de Bicas, localizada na região metropolitana da capital mineira. Entretanto, na verdade, quem está atrás das grades é seu irmão dois anos mais novo, Douglas Alexandre Silva e Souza.

Ao ser preso em flagrante por roubo no mês de março de 2014, o rapaz mentiu para as autoridades com o objetivo de escapar de uma punição mais rigorosa, já que acumulava passagens pela polícia. A estratégia fraudulenta deu certo. Douglas respondeu ao processo criminal utilizando a identidade do irmão e foi condenado a 6 anos e 2 meses de detenção. Durante dois anos, o legítimo Bruno diz não ter nem sequer imaginado ser vítima do golpe.

“Nesse tempo, ninguém da minha família visitou o Douglas, nem minha mãe, pelo menos que eu saiba”, conta. O cozinheiro ainda afirma que só soube do equívoco em abril deste ano, quando recebeu uma carta, enviada pela Defensoria Pública, tratando da detenção do irmão.

Por estar com o nome “sujo”, Bruno já foi impedido até de fazer alguns cursos de capacitação. Diante da situação, o cozinheiro passou a protagonizar uma saga para comprovar que quem está preso é Douglas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aviso: nossos colaboradores estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas.Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

- Seja educado. Estar escondido atrás de um computador não dá direito a ninguém de ser diferente do que seria frente a frente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.