SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Escritório de falsificação de documentos funcionava há 15 anos em BH


Das janelas do 1º Departamento de Polícia Civil, na praça Rio Branco, no centro de Belo Horizonte, observam-se prédios movimentados, com muitos escritórios e visitantes. Em um deles, a menos de 50 m da delegacia, há cerca de 15 anos, um homem, de 47 anos, agia como estelionatário e falsificador de documentos.
Apresentado nessa segunda-feira (3), Barbosão, como ele é conhecido entre os frequentadores da Praça 7, foi preso mais uma vez – a terceira em sete anos –, suspeito de comandar um escritório de contabilidade de fachada, usado por estelionatários e criminosos para criar identidades falsas e, assim, cometer diversos crimes.
Apesar de já saber dos crimes que eram praticados no local, a Polícia Civil preferiu esperar o momento certo para que a prisão em flagrante fosse efetuada. “Era preciso juntar provas e, inclusive, clientes dele no escritório”, afirmou o delegado Rodrigo Damiano.