SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Policiais civis visitam hospitais para dar novos registros a pacientes



Os policiais civis Aguinaldo Soares Rodrigues e Wesley da Rocha cumprem, todos os dias, missões muito especiais nos hospitais do Distrito Federal. Eles são os responsáveis pela tarefa de garantir cidadania a quem não se lembra, muitas vezes, de sua própria identidade.

Aguinaldo e Wesley chegam às unidades de saúde munidos de duas maletas. Nelas, carregam laptop, scanner, cabo para internet, papéis. Com esse aparato, colhem as digitais dos pacientes internados sem documentos. Não é raro que essas pessoas tenham perdido suas identidades há muito tempo.
O serviço é oferecido pelo Instituto de Identificação da Polícia Civil. Eles trabalham em parceria com assistentes sociais dos hospitais. São essas instituições que procuram a equipe de Rodrigues, única a fazer esse tipo de trabalho no DF. “Atendemos pelo menos dois ou três casos por dia em hospitais, penitenciárias ou nas residências de quem não consegue se locomover”, conta o policial.
“Alguns pacientes chegam às unidades sem memória ou não conseguem informar quem são. Outros perderam os documentos e necessitam de uma segunda via”, conta a chefe da Assistência Social do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), Ana Alice Meirelles. O setor se encarrega de solicitar a ajuda da Polícia Civil e do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para obter as identificações.