,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Prezados companheiros, - SGT RODRIGUES


Prezados companheiros,

Como tenho reafirmado sempre em minhas manifestações, ao longo dos últimos 18 anos, exerço mandatos de forma transparente, honesta e focada na luta diuturna para melhorar as condições de trabalho, salariais e a dignidade dos servidores da área de segurança pública em Minas Gerais.

Desta vez, dirijo-me especialmente aos policiais militares do nosso Estado.

Os companheiros sabem da nossa luta, desde o primeiro anúncio por parte do Governador de que haveria, neste ano de 2016, o parcelamento dos salários. Inúmeras foram as manifestações deste Deputado na Tribuna da Assembleia Legislativa. Também fomos à rua demonstrar toda nossa insatisfação com esta situação.

Sabemos que efetuar o pagamento no 5º dia útil não é favor do Governo, mas sim, sua obrigação!

O que esperar de um Governador atolado em denúncias de corrupção, investigações e indiciado na Ação Penal 836, no Superior Tribunal de Justiça, que tem como origem a Operação Acrônimo, da Polícia Federal, como incurso nos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, sendo designado como “chefe da organização criminosa”?

O que esperar de um Governador, acusado de receber vinte milhões de Reais em propina, e guardar 12 milhões em uma “quitinete” em Brasília, conforme consta nas delações premiadas de Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, o Bené, seu braço direito na organização criminosa investigada na Operação Acrônimo?

Não podemos nos esquecer, ainda, que o governador Fernando Pimentel, do PT, diminuiu drasticamente o repasse de recursos financeiros para a área de segurança pública de Minas Gerais. Este ano, a Polícia Civil recebeu, segundo o Sistema Integrado de Administração Financeira do Estado-SIAFI, até o mês de setembro, R$3.228,95 em investimentos, sendo que, no ano de 2014, último do governo anterior, o repasse de investimentos foram na ordem de R$ 33,7 milhões.

Este corte drástico nos investimentos para a segurança pública atinge também a Polícia Militar. Este ano, os investimentos foram na ordem de R$6,09 milhões de Reais. No ano de 2014, último do governo anterior, os investimentos foram na ordem de R$36,06 milhões.

Sem contar, companheiros, os gastos em viagens aéreas feitas pelo Governador Fernando Pimentel, do PT. Enquanto em 2014, último ano do governo anterior, os gastos com pagamento de táxi-aéreo foram de R$138.488,55, em 2015 foi de R$685.499,47 e em 2016, foi de R$853.777,44!

Como não tem dinheiro para realizar o pagamento dos salários dos servidores em dia?

Por outro lado e de acordo com dados atuais do SIAF, o Comandante-Geral da PMMG, Coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, recebeu nos primeiros dez meses de 2015, R$ 65.224,88 em diárias.

Neste ano de 2016, a farra continua! O Comandante da PMMG recebeu, até o mês de setembro, R$35.553,67 em diárias.

Ou seja, em 2015 e 2016, o Comandante-Geral da PMMG, Coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, recebeu um total de R$100.778,55, enquanto praças da PMMG e do CBMMG estão sem receber diárias e ajuda de custo desde 2013!

Mais de 100 mil Reais em diárias corresponde a 25 salários de um Soldado de 1ª Classe!

Não é admissível que o Governo do Estado pague diárias absurdas para o Comandante Geral da Polícia Militar e deixe de pagar diárias e ajuda de custo para as praças. Sabemos que este ano, policiais do Batalhão de Choque, escalados para trabalhar no Carnaval, nas cidades de Mariana, Ouro Preto, Diamantina, São João del-Rei e outras localidades, até o momento, não receberam suas diárias por direito. Enquanto serviam à sociedade, dormiam no chão, em salas de aula de escolas públicas, improvisadas como alojamento.

Será que no passeio feito pela Europa semana passada, em Portugal e na Romênia, o Coronel Marco Antônio Badaró Bianchini dormiu no chão de sala de aula?

Certamente que o parcelamento de salários não afeta o Comandante-Geral da PMMG, Coronel Marco Antônio Badaró Bianchini e o Chefe do Gabinete Militar, Helbert Figueiró de Lourdes, que recebem R$42.093,06 de salário!

Meus companheiros, não se deixem levar por explicações pífias, que não condizem com a realidade. Oportunistas são aqueles que tiram proveito de condições que lhes são favoráveis, fazem viagens internacionais, gastam dinheiro público ao bel prazer, aliados a um Governo que vive da mentira, do engodo, da farsa.

Quem defende e se alia a criminosos, vermes são!

“Vermes” se aliam a um Governador comprovadamente corrupto, indiciado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, transformando a PM em uma polícia política, braço partidário do PT!

“Vermes” são aqueles que usurpam sua função de servir para serem servidos, como tem feito o Coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, Comandante-Geral da PMMG, se alimentando da “carne podre” que somos nós, que lutamos contra esta corrupção, que lutamos para receber o salário em dia, uma obrigação do Estado, e que estamos cansados de ser ludibriados!

Também quero destacar aos companheiros, as perseguições a praças e oficiais perpetradas pelo Coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, Comandante-Geral da PMMG, realizadas unicamente para satisfazer interesses políticos do PT!

O que queremos é um Comando comprometido com a tropa e não com partido político, servindo, mais uma vez, de capachos do PT.

Estamos sempre à disposição, na luta em prol de nossa classe!

Deputado Sargento Rodrigues