,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

SEGURANÇA PÚBLICA SUCATEADA



A expressão é forte. Mas é assim que muitos descrevem a situação atual em sucateamento. A corporação luta para se manter relevante e dar as respostas que a população necessita no combate ao crime. No entanto, uma série de fatores vem minando sua capacidade.
Desde o início do governo Pimentel os salários estão atrasados e parcelados. Muitos profissionais passando por problemas financeiros, pagando juros abusivos, devido a ingerência do governador do Estado.
A sociedade tem que conhecer seus problemas e se posicionar, dizendo para todos o que necessita e deseja. É um ano de eleições e, em 2018, novamente terá que ir às urnas para escolher seus representantes. A polícia tem que ser encarada com prioridade numa nação que pretende crescer. Nenhum empresário é tolo para investir num país inseguro.

Quem não ouviu a máxima: "é dando que se recebe"? Como a sociedade poderá cobrar por mais segurança se faltam materiais básicos para o desempenho da atividade policial? Em alguns lugares não tem papel, caneta, lápis, combustível, veículos em condições de uso. Nem iremos adentrar no mérito dos baixos salários, insuficientes para pagar as despesas no fim do mês.

O "ônibus da segurança pública" está descendo uma perigosa ladeira em alta velocidade e sem freios. Dentro dele se encontram cidadãos de bem, apavorados e desnorteados querendo salvamento. Ainda há tempo para agir, senão, já dá para ver um imenso paredão de concreto que não tem retorno, sendo a colisão inevitável, que deixará mortos e feridos.