SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Garotinho recebe alta e vai para prisão domiciliar


Garotinho passou por uma cirurgia no último domingo; ele é acusado de comandar um esquema de compra de votos em Campos dos Goytacazes

O ex-governador do Rio Anthony Garotinho teve alta nesta terça-feira do Hospital Quinta D’Or, onde estava internado desde a semana passada. Agora, ele segue para a sua residência, no bairro do Flamengo, na Zona Sul do Rio, onde ficará em prisão domiciliar. Ele passou por uma cirurgia para colocação de um stent no último domingo – o apetrecho minúsculo é inserido nas artérias para melhorar a circulação sanguínea. Ele estava com 60% de obstrução numa artéria, segundo os médicos

Garotinho foi preso na quarta-feira passada por determinação da Justiça Eleitoral de Campos dos Goytacazes, município do Norte Fluminense administrado pela sua mulher, Rosinha Garotinho. Alvo da Operação Chequinho, o ex-governador é acusado de chefiar um esquema que barganhava o acesso a um programa assistencial em troca de votos nas eleições deste ano. Ele nega ter cometido os atos ilícitos.

Após a prisão, Garotinho passou mal e foi inicialmente levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio. De lá, foi transferido à força para a unidade de saúde do complexo de Bangu, por decisão do juiz Glaucenir Silva de Oliveira, do TRE-RJ.  Depois, a ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral,revogou decisão do magistrado de primeiro grau e autorizou o ex-governador a ser levado a um hospital particular — no caso, o Quinta D’Or — e a cumprir prisão domiciliar após receber alta.

Fonte: REVISTA VEJA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aviso: nossos colaboradores estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas.Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

- Seja educado. Estar escondido atrás de um computador não dá direito a ninguém de ser diferente do que seria frente a frente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.