SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Multas de trânsito ficam mais pesadas a partir de hoje; a mais alta ultrapassa os R$ 17 mil


As multas de trânsito ficam  mais caras a partir desta terça feira, 1º de novembro. Com os novos valores, previstos a partir da alteração do Código de Trânsito Brasileiro, multas por infrações gravíssimas passam de R$ 191,54 para R$ 293,47. Aquelas por infração grave aumentam de R$ 127,69 para R$ 195,23. As cobradas por infrações consideradas médias sobem de R$ 85,13 para R$ 130,16. E as multas leves passam de R$ 53,20 para R$ 88,38.

Também foram reajustados os valores das multas aplicadas a motoristas suspeitos de dirigir alcoolizados, que se recusarem a fazer o teste do bafômetro. Nesse caso, a multa passa de R$ 1.915 para R$ 2.934,70. O motorista terá ainda a habilitação suspensa pelo prazo de 12 meses.

A multas mais altas foram para aquelas infrações consideradas mais perigosas e para isso foi definido um fator multiplicador que pode variar entre 20 e 60 vezes sobre o valor aplicado. Por exemplo, a infração de “usar qualquer veículo para, deliberadamente, interromper, restringir ou perturbar a circulação na via sem autorização do órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre ela” que recebe multa de R$ 293,47 com multiplicador 60 passa para R$ 17.608,20. Essa passou a ser a infração com multa mais cara.  

Com o aumento, especialistas de trânsito acreditam na redução no número de infrações, desde que haja fiscalização. 

Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), ações com o objetivo de punir quem bebe e dirige são realizadas diariamente em Belo Horizonte, com reforços, principalmente nos finais de semana.