SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Polícia identifica suspeito de torturar e filmar jovens em favela da Zona Sul do Rio


Jovens tiveram o cabelo raspado

Bruno Dutra

A Polícia Civil já identificou um dos suspeitos de participar de uma sessão de tortura a três jovens no Morro dos Tabajaras, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. De acordo com a delegada Daniela Rebelo da 12ª DP (Copacabana), pelo menos dois jovens teriam praticado o crime, porém, um deles ainda não foi encontrado.

A pedido dos parentes das vítimas, que comparaceram à delegacia, as jovens só prestarão depoimento e farão o reconhecimento do acusado na próxima segunda-feira. Segundo Daniela, se confirmada a participação do jovem, que não teve a identidade divulgada pela polícia, o pedido de prisão será feito imediatamente. A polícia também espera que o depoimento do rapaz identificado ajude a encontrar o segundo participante da tortura.

As imagens, que vêm sendo compartilhadas na internet, trazem as três mulheres, com os cabelos raspados, sendo forçadas por um homem a trocar tapas no rosto. “De quem ela falou a casa?”, pergunta o bandido. “Não falei nada de você”, responde uma das vítimas. “Quem deu a minha casa?”, insiste o criminoso, que chega a agredir duas das jovens com um chinelo.

De acordo com a 12ª DP, foram PMs da UPP que localizaram a gravação nas redes sociais e a apresentaram na delegacia. No vídeo, chegam a ser citados dois nomes de traficantes que atuam na região — um deles, inclusive, já foi identificado pela polícia.

Trata-se de Gabriel Alves de Lima, de 25 anos, preso um dia antes por agentes da UPP Tabajaras. Segundo os PMs, o suspeito, antes de ser capturado, havia entrado em uma casa e feito como reféns duas das três jovens que aparecem nas imagens - não há confirmação da participação dele na tortura. A ocorrência acabou apresentada na própria 12ª DP, onde Gabriel foi autuado pelos crimes de associação para o tráfico de drogas e constrangimento ilegal.

Vídeo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aviso: nossos colaboradores estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas.Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

- Seja educado. Estar escondido atrás de um computador não dá direito a ninguém de ser diferente do que seria frente a frente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.