SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Relatório sobre processo contra Pimentel será votado nesta sexta-feira


Os sete integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa dão, hoje à tarde, o primeiro passo para decidir se o governador Fernando Pimentel (PT) pode ser processado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) pela acusação de desvio de recursos públicos. A votação se dará em torno do relatório apresentado ontem pelo deputado Rogério Correia (PT), que, em suma, adia a possibilidade de o petista responder a uma ação penal motivada pela Operação Acrônimo, para depois do término do mandato do petista. Na semana que vem, o assunto chega ao plenário da Casa.

Em texto de 15 páginas, o relator alega que a defesa de Pimentel deixou claro que a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal ao STJ tem vícios jurídicos, como a apreensão de aparelhos eletrônicos sem ordem judicial, tomada coercitiva de depoimentos e até mesmo a forma como foram feitos os questionamentos. “O papel exercido por esta Casa no exame da autorização para o processamento do governador torna-se ainda mais importante, devendo cada parlamentar considerar, com responsabilidade e precaução, que eventual autorização levaria à tramitação de um processo penal eivado de vícios jurídicos graves”, diz o relatório.

A Constituição mineira prevê o afastamento do governador em caso de abertura de processo penal. Diante dessa regra, o relator argumentou que Pimentel foi eleito com mais de 5 milhões de votos e retirá-lo do cargo seria um ato contra a “estabilidade, a democracia e o voto popular”. “O afastamento do governador não deixa de ser uma antecipação parcial das sanções que a ele haverão de se impor uma vez comprovada a prática de delito penal. Tal medida deve ser encarada como excepcional e extraordinária, não se sustentando na hipótese em exame”, completou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aviso: nossos colaboradores estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas.Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

- Seja educado. Estar escondido atrás de um computador não dá direito a ninguém de ser diferente do que seria frente a frente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.