SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Sérgio Cabral cobrava mensalão de R$ 500 mil e chefiava organização criminosa, diz MP


Integrantes da força-tarefa do Ministério Público do Rio de Janeiro e do Paraná, Receita Federal e Polícia Federal informaram que o ex-governador do Rio de Janeiro (2007/2014) Sérgio Cabral, preso nesta quinta-feira,  mantinha um esquema de corrupção no governo do estado que envolvia pagamento de 'mesada' por parte de construtoras. Segundo o procurador Athayde Ribeiro Costa, do Ministério Público do Paraná, o valor pago em propina ao ex-governador chegou a R$ 300 mil mensais, no primeiro mandato, e R$ 500 mil mensais, no segundo mandato.

O superintendente da Polícia Federal do Rio de Janeiro, Mário Semprine, disse que o valor estimado do desvio de dinheiro público é "superior a R$ 221 milhões". O delegado da Polícia Federal do Rio de Janeiro, Tácio Muzzi, destacou que este valor investigado diz respeito apenas a três grandes obras feitas no governo de Sérgio Cabral - a reforma do Maracanã, Arco Metropolitiano e Parque Favela, que juntas somaram investimentos do governo federal, em parceria com com verbas estaduais, de mais de R$ 3 bilhões.

"Ele cobrava uma mesada e, em troca, essas obras eram feitas em regime de cartelização e as licitações eram fraudadas", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aviso: nossos colaboradores estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas.Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

- Seja educado. Estar escondido atrás de um computador não dá direito a ninguém de ser diferente do que seria frente a frente.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.