,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

.

Pacto de Desassociação em Massa chega de da dinheiro para associações pelegas

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

10 anos de Blog da Renata !



Esse 2017 completo dez anos de blogueira. Comecei no blog ligeiramente grávida , mas as leitoras antigas sabem bem que o blog não nasceu assim. Ele já mudou de nome, já mudou de cara e já ganhou e perdeu integrantes diversas vezes. Todas essas mudanças fazem parte de momentos diferentes da minha vida, sentimentos que foram escritos e eternizados em cada um dos que 150 mil posts.

 Hoje, resolvi contar para vocês um pouco da história de como nasceu o blog.

A vontade de entrar nesse mundo surgiu em um momento de alegria. Eu precisava escrever  sentimentos que transbordavam em forma de lágrimas de alegria. Sempre soube que sofrer é uma questão de escolha, então escolhi transformar o que sentia em textos. Assim, ao escrever cada parágrafo, eu conseguia deixar nas ordens das palavras, um pouco de tudo aquilo que existia dentro de mim. Ao postar cada texto, era como se aquela dor fosse embora.

Não posso mentir e dizer que foi só isso. No começo, eu ainda tinha esperanças que ele lesse tudo aquilo que eu escrevia. Os dias foram se passando, e os sentimentos foram ficando em cada página não lida do blog.

Quem por engano passava por aqui, ficava. É fácil se identificar com um bebê crescendo . Comum encontrar alguém corajoso o suficiente para abrir o coração e mostrar de verdade o que se passa por dentro.

Eu era velhinha, 35 anos de idade , e já nem pensava mais naquele em ter filhos, o blog continuou fazendo parte de mim.  Descobri que é fácil  descrever a felicidade.   Busquei nas recordações sentimentos que me fizessem voltar a escrever. Escrevi. Sobre o passado, o presente e o futuro. Tive que apresentar ao mundo o meu pseudo-eu-lírico.  Um pouco imaginação, um pouco realidade.

Então, eu amadurecei. Como o blog é o que eu sou, ele também mudou. Passei a falar sobre como eu via a gravidez. O bebê  nasceu e do nada surgiu  a vontade de um blog de  seguranca pública . Não que isso fosse tão interessante, mas a partir dai o blog deixou de ser tão egocêntrico.

Mais pessoas foram chegando e se identificando. Sejam bem-vindas queridos amigos.

A falta de tempo fez o blog deixar de ser só meu. Não foi tão fácil deixar de lado o egoísmo, mas por incrível que pareça eu consegui. Quatro leitores se transformaram em 2 colaboradores.

O blog então cresceu. Cresceu.

Eu mudei. Mudei.

E então, ele se transformou nisso.
Do pouco, um tudo. Do todo, um resto. Do resto, parte de todos nós.
De repente estava postando sobre denúncias, mandos e desmandos dentro dos quartéis. Perseguições,  processos. Brigas com associações com cmts. Eu era tímida e vi a timidez ir embora . Chegava nos lugares e era uma festa. Como se fosse uma celebridade e a noite eu chorava pois achava que não merecia tanto carinho. Incentivei muita gente a criar blogs. 2010 éramos 84. Hoje não deve ter cinco. Publicava coisas que não tinhas nem.nas páginas institucionais e nem das associações. Totalmente independente. E os patrocinadores foram surgindo. Até que em 2010 ou 2011 chegamos a incrível marca de um milhão e 700 mil leitores em um dia, dia da manifestação no copm. Onde a tropa foi traída. Subi no caminhão de som e falei isso. Perdi o emprego e tive que fazer retratação. Mas afirmei que fiz mesmo. Ajudamos muitas pessoas. Outras nos ajudaram e assim chegamos a 10 anos. Até quando vai durar? Não sei