,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

POLICIAIS CIVIS ADEREM AO DIA NACIONAL DE PARALISAÇÃO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA


A direção do Sindpol/MG agradece e congratula todos os bravos e honrados policiais civis de Minas pela corajosa manifestação de apoio à luta contra a quebra dos direitos previdenciários adquiridos diante da proposta de Reforma da Previdência, que prejudica não só os policiais civis e operadores de segurança, mas também toda a classe trabalhadores de um modo geral, pois ela visa atingir não só os futuros funcionários públicos e pensionistas, mas os atuais, e de forma imediata, desconhecendo as especificidades e peculiaridades de cada função, seja na saúde, educação, segurança, atividades penosas, perigosas, insalubres e estressantes.

Na verdade essa Reforma promove um retrocesso de 70 anos em todas as conquistas do mundo do trabalho. O gesto externado pelos policiais mineiros e dos demais Estados que participaram do dia Nacional de Lutas e Paralisação, impulsiona e empodera a nossa direção nacional de entidade de nível superior, nas tratativas e negociações com o Governo.

Temos um longo caminho a percorrer e muitos desafios para superar, pois o Governo tenta a todo instante, e de todas as formas, novas medidas para sucatear direitos, precarizar e dificultar as relações de trabalho, substituir ações, jogando nas ‘costas’ da classe trabalhadora o peso da irresponsabilidade fiscal e da famigerada corrupção que se institucionalizou em todos os setores da Administração Pública de nosso país, que sangra e drena até a última gota de todos os recursos tão necessários e essenciais para o funcionamento da máquina pública, seja na saúde, educação e segurança.

Conseguimos adiar até o fim do recesso parlamentar a apreciação da matéria, mas como em Brasília tudo pode acontecer e mudar, é necessário que estejamos atentos para esses acontecimentos tão logo ocorram, que sigamos a convocação da Cobrapol, do Sindpol/MG e das demais entidades envolvidas nesse debate.

Vamos juntos até a vitória e a luta continua sempre.