,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

.

Pacto de Desassociação em Massa chega de da dinheiro para associações pelegas

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Esta foi a melhor resposta para os “ Policiais jovens” de hoje.( com algumas exceções)


Um jovem Policial  muito arrogante, tomou para si a responsabilidade de explicar a um Policial  já maduro e reformado, próximo dele, porque era impossível a alguém da velha geração entender esta geração de Policiais.
“Vocês cresceram em um mundo diferente, um mundo quase primitivo”, o jovem Policial disse alto e claro de modo que todos em volta pudessem ouvi-lo.
“Nós, os Policiais de hoje, crescemos com  Internet, celular, um plano de previdência que nos atende, podemos ter casa própria logo no inicio da carreira, carro zero. Viajar para o exterior. uma carga horária condizente com noss profissão. Temos oportunidade de fazer e pagar um curso superior, aliás, para entrar nas Policias tem que ser nível superior.
Nós temos uma Policia mais light, Viaturas equipadas com  computadores com grande capacidade de processamento e….” , temos um salário digno, recebemos o que a maioria da população não recebe, não somos regidos pelo RDPM , não tem essa de sim Senhor, Não senhor, podemos argumentar com os superiores, não tomamos cadeia por simplesmente o superior não ir com nossa cara, entre outras coisas da policia moderna.
O Policial antigo se aproveitou  para interromper a liturgia do  Jovem Policial em sua ladainha e disse:
– Você está certo, filho. Nós não tivemos essas coisas quando éramos jovens porque estávamos ocupados em mudá-las e criá-las. Obedece-las e éramos respeitados, trabalhavamos por amor a farda, não somente pelo dinheiro, que muitas vezes atrasava até seis meses. Não tínhamos nem a quarta série, mas tinhamos disposição.
E você, um bostinha de merda arrogante, como muitos nos  dias de hoje, o que está fazendo para a próxima geração de Policiais? O que está fazendo pela sua classe? Nunca te vi em nenhuma manifestação, não lembro de você na greve de 1997, onde nosso mártir Cabo Valério perdeu a vida. A farda para mim era uma segunda pele, não tinha medo de vesti-´la e andar pela rua, eu era caçador e não caça. Se está bom para você hoje, agradeça a geração dos antigões. Nós que lutamos para que a classe tivesse dignidade.Renata Pimenta.