,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

domingo, 1 de janeiro de 2017

HOMICIDIO TENTADO CONTRA MILITAR


FATO: A GuRp compareceu no bairro CHICO MIRANDA onde conforme denúncia anônima uma mulher
estava transitando pelo local na garupa de uma motocicleta e estaria com uma arma de fogo na mão,
dizendo que iria matar o JEFINHO. Durante rastreamento o GEPMOR deparou com a motocicleta HONDA
CG 125 FAN de cor azul, ano 2005 de placa HCP/PARA DE MINAS, ocupada pelos autores LUIZ
CARLOS , 23 anos, e MIRELLE , 19 anos, os quais ao perceber a
aproximação dos militares, evadiram pela rua SUDARIO FELIZARDO DE CASTRO, sendo acompanhados
pelo GEPMOR, momento em que a autora MIRELE sacou de uma pistola prateada, virou-se para traz e
começou a efetuar disparos em direção aos militares. O Cb M.
e Sd PM T. , ambos lotados 7
BPM, sacaram suas armas e revidaram os disparos e em seguida a autora MIRELE efetuou mais disparos
na direção dos militares e atingiu o Cb M. por um disparo na altura do tórax que atingiu o colete
balístico causando um hematoma. Os militares continuaram o revide e atingiram os dois autores, que
perderam o controle da motocicleta, e caiu com a motocicleta. O Cb M. foi socorrido ao PS onde foi
medicado e liberado. Os autores foram encaminhado a UPA onde estão internados. O perito EXPERIDIAO
Experidião Porto, compareceu ao local e recolheu uma capsula de munição .40 deflagrada, uma capsula de munição
9mm deflagrada, uma munição 9mm percutida e não deflagrada e três munições 9mm intactas. em seguida
o perito repassou para os militares uma pistola FMH1 POWER, indústria ARGENTINA, n 453593, dois pinos
de substancia aparentando cocaína. Ao consultar a motocicleta foi constatada que a mesma era produto de
roubo na cidade de PARA DE MINAS no dia 28/12/2016, conforme REDS 2016-028095875-001, sendo a
moto removida para o pátio. Foi encontrado no bolso da bermuda de MIRELE um pino de substancia
análoga a cocaína. Os autores foram presos, permaneceram no hospital SÃO CARLOS, e aguardam
transferência para o Hospital JOÃO XXIII. Ambos possuem várias passagens pela polícia, são considerados
de alta periculosidade e o autor LUIZ CARLOS está com mandado de prisão em aberto. Os militares 
receberam voz de prisão e foram apresentados a autoridade Policial Militar para o devido APF sendo as
duas armas da carga da PMMG recolhidas