,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

.

FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE MILITARES DO INTERIOR DE MINAS GERAIS!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Militar reage e mata assaltante BH

Militar reage e mata assaltante no bairro João Pinheiro
PM foi surpreendido pelo suspeito na esquina das ruas Cata Preta e Frei Luiz de Souza, que teve o trânsito fechado para os trabalhos da perícia

Gustavo Lameira / Carolina Caetano
Um homem foi morto ao tentar assaltar um militar no bairro João Pinheiro, região Noroeste de Belo Horizonte, na manhã deste domingo (12).

Por volta das 8h50, o policial de 35 anos, que trabalha no Batalhão de Trânsito, estava na porta de casa instalando o equipamento automotivo quando Ítalo Mateus Mendes Oliveira, de 22, se aproximou com uma arma, aparentando ser uma pistola semiautomática.
Muito agressivo, o ladrão ordenou que a vítima entrasse na garagem do seu imóvel, onde os dois ficaram por alguns minutos. Durante a ação, o cabo esteve sob a mira da arma, enquanto o suspeito fazia uma busca pelo corpo do militar, exigindo a carteira e as chaves do veículo.
Como não achou as chaves, que estavam no bolso do lado esquerdo da bermuda do policial, o criminoso resolveu fugir levando, além do som, um celular e um capacete. O bandido deixou a vítima na garagem, trancou o portão, que é automático, e levou o controle.
No entanto, o cabo conseguiu sair do espaço, foi até em casa, buscou sua arma e foi atrás do criminoso de carro. A 150 metros da residência, na esquinada rua Cata Preta com Frei Luiz de Souza, o militar viu que o bandido estava abordando um táxi e um veículo de passeio.
Ele se aproximou, saiu do carro, se identificou como militar e ordenou que o homem largasse a arma e deitasse no chão, o que não foi atendido. Nesse momento, o ladrão apontou a arma para o cabo, que, para se defender, atirou três vezes. A polícia não informou quantos tiros acertaram o bandido.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas o homem não resistiu aos ferimentos. O policial nada sofreu.