,

,

Receba publicações por e-mail

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

SOLUÇÃO EMPRÉSTIMOS

.

Pacto de Desassociação em Massa chega de da dinheiro para associações pelegas

sexta-feira, 16 de junho de 2017

BOMBEIROS E SAMU VÃO ATENDER EM CONJUNTO


Parceria inédita no país vai aumentar a capacidade de resposta das duas instituições em Belo Horizonte

A partir deste feriado de Corpus Christi (14/6) o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) e o Serviço Médico de Atendimento de Urgência (Samu) vão colocar em prática um novo modelo de atendimento à população inédito no país. As duas instituições alinharam os protocolos de salvamento e, de agora em diante, bombeiros militares, médicos e enfermeiros passam a formar equipes mistas e a dividir a mesma viatura com o intuito de agilizar o socorro às vítimas.

O projeto piloto já foi testado nos feriados da Semana Santa, Tiradentes e Dia do Trabalho, em abril e maio deste ano. Durante os testes foram atendidas 20 ocorrências dos mais variados tipos, tais como acidentes com vítimas presas entre as ferragens, grandes incêndios e emergências psiquiátricas. Com a experiência e o êxito do projeto piloto, o planejamento é que o novo modelo seja levado a toda a capital mineira pela primeira vez no feriado de Corpus Christi.

“Funcionou muito bem. Estamos caminhando para implementar a ideia de maneira definitiva em Belo Horizonte. Vamos receber médicos e enfermeiros nas viaturas dos bombeiros. O carro já sai da base com uma equipe médica e bombeiros prontos para atender à demanda. Isso garante socorro com mais agilidade às vítimas”, diz o comandante do Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres, major Anderson Passos.

“É uma experiência muito boa, como a que já acontece no atendimento feito via helicóptero, onde uma equipe de médicos trabalha há cerca de quatro anos. Não tem nada melhor para o cidadão do que juntar as competências das duas instituições. A princípio estamos fazendo em feriados prolongados e o objetivo é que isso seja definitivo”, afirma o gerente coordenador do Samu em Belo Horizonte, Alex Sander Peres.


Integração dos protocolos

Para a execução do projeto, as equipes do Samu e Corpo de Bombeiros tiveram que unificar protocolos de atendimento e passar por treinamentos. Na semana passada, por exemplo, médicos e enfermeiros do Samu foram treinados pelos bombeiros para nivelamento de técnicas de resgate veicular, entre outros temas. Ao todo, 140 médicos e enfermeiros já foram formados pelo curso dos bombeiros.

“Ambos atuam em acidentes de diversas naturezas e, por isso, estamos fazendo um protocolo para atendimento uniforme das ocorrências. A ideia é integrar e nivelar as informações”, explica o major Anderson Passos. “Percebemos que estávamos lado a lado nas ocorrências, mas não estávamos atuando de maneira integrada, dado que cada instituição tem seu próprio protocolo de procedimento”, acrescenta.

“A aceitação das equipes foi formidável. Agora, estamos dentro de um mesmo padrão de alinhamento de protocolos. Antes, dentro de uma ocorrência crítica e de salvamento as equipes chegavam separadas e com protocolos distintos que poderiam comprometer a assistência”, comenta Alex Sander.

As equipes mistas estão habilitadas e entrosadas para trabalharem em alturas, matas, cavernas, rodovias e todo o equipamento foi customizado para ser modular e de fácil manuseio. O serviço pode ser acionado tanto pelo Centro de Operações de Bombeiros (Central 193) quanto pela Central de Regulação do Samu-BH (192).

Fonte: www.planejamento.mg.gov.br